Aquarela do Brasil - Alexandre Pires (Reduto do Samba)

Facebook: http://www.facebook.com/redutodosamba Confira a letra da música abaixo. Aquarela do

Facebook: http://www.facebook.com/redutodosamba Confira a letra da música abaixo. Aquarela do Brasil Ary Barroso Samba! Samba! Samba! Brasil! Meu Brasil Brasileiro Mulato inzoneiro Vou cantar-te nos meus versos Brasil, samba que dá Bamboleio, que faz gingá O Brasil do meu amor Terra de Nosso Senhor... Abre a cortina do passado Tira a mãe preta do cerrado Bota o rei congo no congado Canta denovo o trovador A merencória à luz da lua Toda canção do seu amor Quero ver essa dona caminhando Pelos salões arrastando O seu vestido rendado... Esse coqueiro que dá côco Oi! Onde amarro minha rede Nas noites claras de luar Por essas fontes murmurantes Onde eu mato a minha sede Onde a lua vem brincar Esse Brasil lindo e trigueiro É o meu Brasil Brasileiro Terra de samba e pandeiro... Brasil! Terra boa e gostosa Da morena sestrosa De olhar indiferente Brasil, samba que dá Para o mundo se admirar O Brasil, do meu amor Terra de Nosso Senhor... Abre a cortina do passado Tira a mãe preta do cerrado Bota o rei congo no congado Canta denovo o trovador A merencória à luz da lua Toda canção do seu amor Huuum! Essa dona caminhando Pelos salões arrastando O seu vestido rendado... Esse coqueiro que dá côco Onde amarro minha rede Nas noites claras de luar Por essas fontes murmurantes Onde eu mato a minha sede Onde a lua vem brincar Huuum! Esse Brasil lindo e trigueiro É o meu Brasil Brasileiro Terra de samba e pandeiro... Brasil! Meu Brasil Brasileiro Mulato inzoneiro Vou cantar-te nos meus versos Brasil, samba que dá Bamboleio, que faz gingá O Brasil do meu amor Terra de Nosso Senhor... Abre a cortina do passado Tira a mãe preta do cerrado Bota o rei congo no congado Canta denovo o trovador A merencória à luz da lua Toda canção do seu amor Quero ver essa dona caminhando Pelos salões arrastando O seu vestido rendado... Esse coqueiro que dá côco Onde amarro minha rede Nas noites claras de luar Por essas fontes murmurantes Onde eu mato a minha sede Onde a lua vem brincar Esse Brasil lindo e trigueiro É o meu Brasil Brasileiro Terra de samba e pandeiro... Oi! Essas fontes murmurantes Onde eu mato a minha sede Onde a lua vem brincar Esse Brasil lindo e trigueiro É o meu Brasil Brasileiro Terra de samba e pandeiro Brasil! Reduto do Samba Dança de Salão Samba de Gafieira